banner

Agência Pará | Belém recebe líderes globais em busca do equilíbrio entre sustentabilidade e desenvolvimento na Amazônia

Crédito: Divulgação

Conferência Internacional Amazônia e Novas Economias apontou caminhos de um futuro sustentável para o maior bioma do mundo

Encerraram nesta sexta-feira (01), em Belém, os debates em torno da sustentabilidade e mudanças climáticas propostos na Conferência Internacional Amazônia e Novas Economias. O evento, promovido pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), trouxe à capital paraense líderes globais na defesa da proteção do meio ambiente.

Anfitrião do encontro, o governador Helder Barbalho, parabenizou a iniciativa pelo pioneirismo em busca de um futuro sustentável para a Amazônia. “É extremamente importante destacar que este evento demonstra uma mudança de paradigma. Pela primeira vez, a mineração, não de forma isolada, mas a instituição que as representa, o coletivo que dialoga e constrói o setor, busca se abrir ao diálogo com a sociedade, busca se desafiar no papel de fomentar estratégias que possam construir soluções econômicas para a Amazônia”, ressaltou o chefe do executivo estadual. 

A conferência reuniu representantes dos povos e comunidades da floresta, da sociedade civil, da academia, autoridades políticas, de setores públicos e privados para debater sobre as novas economias na região. Lideranças globais como Ban Ki-Moon, o 8º Secretário-Geral das Nações Unidas (ONU), Tony Blair, ex-primeiro-ministro do Reino Unido e Iván Duque e o ex-presidente da Colômbia, destacaram a importância do investimento em inovação e a necessidade de se buscar o equilíbrio entre a sustentabilidade e o desenvolvimento econômico. 

“É possível se todos contribuírem. O maior ativo que tem hoje no Brasil é que o país é uma superpotência global na biodiversidade. Temos que dar mais passos. Precisamos enfrentar a ilegalidade nas florestas, viver a economia circular, reduzir, reciclar, restaurar o território perdido. A região do bioma amazônico, a necessidade recursos para financiar a proteção da Amazônia”, destacou o ex-presidente da Colômbia, Iván Duque, que durante a palestra magna reforçou ainda a realização da COP 30, em Belém, para uma transição econômica e social pela conservação da Amazônia. 

Durante os três dias, o encontro propôs soluções para a Amazônia e estratégias de conservação da floresta. Participaram do encerramento do evento autoridades como Gilmar Mendes, ministro do STF, Isabela Teixeira, ex-ministra do Meio Ambiente e Jader Filho, ministro das Cidades. 

“O compromisso do Brasil é fazer o enfrentamento da questão climática. Nos primeiros seis meses do governo do presidente Lula, já alcançamos 43,5% na redução do desmatamento. Sabemos da responsabilidade do Brasil, que tem uma das matrizes energéticas mais limpas do planeta, mas além da discussão, os países ricos precisam sair das promessas e dos diálogos e começar a agir. Na COP 30, os principais líderes mundiais estarão aqui em Belém, eles terão a oportunidade de entender de fato o que é a Amazônia. O mundo grita por uma solução efetiva, reforçou Jader Filho.

Ao final do encontro, que abriu diálogos para construir soluções para a Amazônia, o diretor-presidente do IBRAM, Raul Jungmann, anunciou que ano que vem, a capital paraense será novamente sede das discussões sobre o futuro do maior bioma do mundo.

https://www.agenciapara.com.br/noticia/46931/belem-recebe-lideres-globais-em-busca-do-equilibrio-entre-sustentabilidade-e-desenvolvimento-na-amazonia

PATROCINADORES

Master

Platina

Bronze

Energia

Lítio

APOIO

Institucional

Composição Cultural

Companhia Aérea Oficial

Pular para o conteúdo